Ocorreu um erro neste gadget

Just call me love.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009
Pensando nos poréns, nos fatos e pensando nos pensamentos. Aff, eu sou muito ciumenta! Não que eu seja sempre ou sempre tenha sido. Mas eu tenho tanto, mas tanto ciúme desse menino que chega a doer no meu coração acelerado. É ciúme, é uma coisa de estar sempre pensando que ele está pensando na ex ou que não anda pensando em mim. Não sei porque isso me ocorre. Há 99,9% de chance de ser apenas coisas da minha cabeça, mas não dá pra evitar. Também não sei se é um ciúme saudável. Eu não deixo transparecer nada, mas em compensação eu to sempre me martirizando. E não há como evitar, it just happen. Talvez seja o medo agressivo que tenho de perdê-lo, de que a qualquer momento ele perceba que não quer estar do lado de uma menina louca, que fala sem parar e que quando fala só fala asneiras na sua frente, nervosismo da ocasião.

Eu fico com medo de ser pegajosa demais, de ser distante demais. Não sei bem do que, mas tenho medo. Medo que ele se canse de mim. Medo das meninas com as quais ele conversa, medo do amigo onde ele dorme todo dia pra não deixá-lo sozinho, medo do medo.

My god, I'm going crazy!

Talvez seja porque nunca gostei de ninguém assim, e quando gostei me machuquei. Passei muito tempo sem conseguir me entregar completamente pra alguém. Quando eu to com ele é simplesmente mágico. Ele me tira todas as inseguranças com os seus abraços fortes e palavras carinhosas mas quando ele me chama pelo meu nome eu simplesmente brocho. Call me love, please honey.

Sometimes ele me chama de amor baixinho, como se só eu e ele devêssemos escutar. Ok, eu sei que ele também tem um pouco de medo de se entregar. Ele só não percebe que quando ele não se entrega completamente e me fala tudo que sente faz eu recuar alguns passos e ficar cheia de besteiras na cabeça.

Eu sei que o certo a fazer é deixar rolar, se fosse possível sem se preocupar com esse tipo de coisa -But I just can't. Isto me deixa louca. Melhor, isto me deixa insegura. E eu nem sei porque simplesmente fiquei assim hoje. Nada demais aconteceu, nada mesmo. Vai ver eu nasci com defeito de fábrica.

Nothing else, honey.
Tell what I want know.
And everything's will be ok.

2 comentários:

  1. Maldito disse...:

    Sei la,..ainda acho o ciumes um sentimento inutil, nao torna ninguem fiel a vc!
    Inté!

  1. May disse...:

    Ahh. Isso é verdade, mas é inevitável sentir quando se gosta mesmo.

RÁ. Te peguei